sábado, 26 de julho de 2008

Nem a primeira, nem a última dose...

Não posso deixar de comentar a implantação da chamada Lei Seca, sancionada no dia 19 de junho pelo presidente Lula.

A Lei 11.705 proíbe o consumo de qualquer quantidade de bebidas alcoólicas pelos motoristas.

Saiu na edição deste sábado (26/07/08) da Folha de São Paulo, que os trinta hospitais públicos de São Paulo economizaram cerca de 4,5 milhões de reais, no mês seguinte à vigência da lei.

A Folha observa, além da redução de cerca de 50% de mortes se comparado ao mesmo período, que essa economia é equivalente ao gasto mensal de um hospital com 200 leitos.

Do outro lado, donos de bares reclamam e Percival Maricato, diretor jurídico da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), afirma que essa lei é uma forma de repressão, resultando no enorme prejuízo dos estabelecimentos.





Mais sobre a Lei: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL611505-5598,00.html

Um comentário:

thiago meia disse...

a solução:
Metrô e busão 24h!!!
mas daí os donos de estacionamento vão reclamar , viu?